Cases

Case Gut Sapatinhos

Cliente: Gut Sapatinhos
Escritório de design responsável pelo projeto: Papelaria
Projeto: Famfoot
Mercado-alvo do produto: Estados Unidos, Chile, Bolívia

A Gut Sapatinhos, localizada em Brusque, Santa Catarina, está no mercado há mais de 10 anos. Fabrica sapatos de bebês a partir de produtos de alta qualidade e durabilidade e já se tornou referência no mercado nacional. Seus produtos já estão presentes nos mercados boliviano e chileno com representatividade de 10% do volume de vendas de exportação.

O projeto

Conectada ao escritório de design Papelaria, a marca desenvolveu uma nova linha de embalagens para seus produtos para conquistar os Estados Unidos. “Nosso objetivo é entrar no mercado americano e aumentar a parcela de exportação da empresa em até 30%”, comenta o empresário Francisco de Assis Maffezzoli.

A ideia do projeto surgiu porque nos Estados Unidos os sapatos de bebês ficam dispostos em paredes, geralmente pendurados e com grande diversidade de fabricantes, por isso a importância de dar destaque a marca. Desta forma, uma embalagem bem planejada e com um layout inovador se diferenciaria diante da concorrência.

A sustentabilidade foi um dos temas que embasou o projeto, já que a embalagem foi feita especialmente para a linha de calçados sustentáveis e deveria ser totalmente reutilizável e aproveitada. Por ser focado no mercado infantil, existia a necessidade de se explorar a questão lúdica da embalagem, respeitando a idade dos bebês, até 10 meses. “A parte da frente vira um porta retrato e a parte traseira uma máscara. Foram usadas apenas duas cores na impressão”, conta o designer Christian Sampaio, da Papelaria. As embalagens Famfoot podem ser totalmente desmontadas e montadas facilmente por qualquer vendedor, fato que facilita a exportação. Elas foram criadas para serem presas em um gancho, mas também podem permanecer em pé em um display, caso esse seja o caso.

Três pessoas do escritório de design trabalharam no projeto. Um designer, um redator e um profissional da área de planejamento. Foi desenvolvido um manifesto do projeto para que pudesse ficar claro o objetivo da nova embalagem e seu público alvo. Foi então que surgiu o perfil dos pais que compram os sapatinhos da marca. “Com esse levantamento, desenvolvemos uma linguagem mais adequada para se comunicar com esses novos pais, que são pessoas mais conscientes e ecofriendly. O design da embalagem foi pensado como se ela fosse um útero, o que leva aos pais de bebês se identificarem ainda mais com o produto”, ressalta Christian.

Em março de 2017 já foram exportados para o Chile 15 mil pares de sapatos. Em maio, produtos da linha chegarão em Miami e em novembro estarão em um showroom em New York.

“A participação no programa foi ótima, o escritório de design e o consultor se mostraram sempre dispostos a contribuir com o projeto, realizando as etapas de forma excelente. Foi um passo muito importante para a inserção da marca no mercado americano. Viajei recentemente para os EUA e já montamos a estratégia de Go to Market com uma equipe na Flórida”, finaliza otimista o empresário Francisco.

embalagem

Voltar

Realização Design Export Centro Brasil Design Apex-Brasil

Design Export